Sensores com selos sanitários é um sensor que mede a temperatura em um ambiente de fabricação de produtos que serão destinados ao consumo humano.

A variedade de produtos que exige processamento sanitário é extensa e todos nós utilizamos tais produtos e somos beneficiados pelos sensores sanitários. Do ponto de vista da segurança, além da funcionalidade, o design do sensor sanitário prioriza a manutenção da esterilidade e a prevenção da contaminação do produto. Existem três fatores principais que contribuem para o atendimento a esse objetivo: a superfície exposta do sensor, o projeto mecânico, o método de instalação e a facilidade para a limpeza completa do sensor. Vamos considerar cada um desses pontos.especificam as propriedades exigidas para a superfície do sensor em contato com o produto.

APLICAÇÕES PARA SENSORES SANITÁRIOS
Laticínios: Leite, queijo, iogurte, sorvete
Alimentos: Xaropes, geleias, molhos, sopas, óleos
Bebidas: Refrigerante, suco de frutas, cerveja, água
Produtos farmacêuticos: Medicamentos, pomadas, soluções
Cosméticos: Cremes, loções, batons
Qualquer item de consumo ou produto aplicado para o qual a contaminação deva ser evitada.

A contaminação pode ocorrer a partir do material de processo que se prende à superfície do sensor e passa a ser um terreno fértil para micróbios. Portanto, as superfícies de contato devem ser extremamente lisas, não porosas e de fácil limpeza. Além disso, não podem ser reativas e contaminantes. A resistência à corrosão também é muito importante, uma vez que tal problema pode causar microfissuras nas quais a contaminação pode se incrustar.

O quadro abaixo mostra algumas das aplicações típicas nas quais os sensores sanitários devem ser utilizados para proteger os produtos finais de contaminação acidental.

Publicações Recentes

Deixe um Comentário

18 − 14 =